Moroni Volino Cruz é um membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Ele nasceu no dia 6 de fevereiro de 1989 na cidade de Juiz de Fora, localizada no estado de Minas Gerais perto da fronteira com o Rio de Janeiro. Ele passou parte de sua infância nos Estados Unidos, no estado de Utah, e atualmente vive e trabalha junto com a sua família em Balneário Camboriú, uma cidade litorânea no estado de Santa Catarina.

Cruz já demonstrava seu talento artístico desde muito jovem. Ele é um excelente tenor e sempre ocupou uma posição proeminente em todos os corais em que participou. Em 1997 ele foi selecionado para fazer parte do Coral Brasileirinho de Curitiba, um grupo infantil de canto patrocinado pela prefeitura. O grupo se apresentou cantando MPB em concertos em São Paulo, combinando musica com interpretações teatrais. Quando ele completou 8 anos de idade sua mãe, Zelina que é uma cantora excepcional começou a fazer duetos com ele. Em 1998, já com 9 anos, ele apareceu na televisão cantando com o coral Brasileirinho de Curitiba junto com o compositor e cantor Toquinho.

Desde a infância Cruz possuía a incrível habilidade de dançar, ele é um excelente dançarino, de música gaúcha, samba, assim como outros ritmos. Mais tarde, no fim do primeiro grau, ele se uniu a um grupo de dança de rua no famoso Festival de Dança do colégio Margirus, realizado na cidade de Camboriú em Santa Catarina, onde se apresentou em números de danças.

Como um jovem membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias ele sempre recebeu a responsabilidade de organizar a coreografia de muitas atividades dos jovens. Em um evento cultural da Igreja SUD em Curitiba, onde muitos outros grupos participaram, ele representou sua ala, apresentando um curta sobre Fred Flintstone, com o qual ganhou um “Oscar” de melhor performance. Fred Flintstone foi apenas um dos muitos personagens que ele interpretou. Ele também interpretou Troy, Harry Potter, Clark Kent, o Fantasma da Opera e muitos outros.

Cruz recentemente participou da seleção do reality show High School Musical, a versão brasileira do sucesso mundial da Disney. Com o apoio de seu pai Isnard ele viajou frequentemente para participar das varias audições. Mais de 18 mil pessoas se inscreveram para participarem da seleção, mas somente 4 mil foram selecionados para a primeira fase que aconteceu no Sambódromo em São Paulo. Destes participantes somente 1.000 foram selecionados para a segunda fase onde realizaram duetos e solos. Na conclusão da segunda fase somente 400 continuaram na disputa. Desses 400, 100 foram escolhidos para participarem dos testes finais de atuação que selecionou 40 semifinalistas que passaram uma semana de testes intensos. Dezoito foram selecionados e confinados em uma casa, chamada Academia de Artes, onde aprenderam a cantar, dançar e atuar com renomados professores.

Hoje, Moroni Cruz, um dos oito finalistas do programa, é parte do High School Musical Brazil e viaja pelo país fazendo shows. Entretanto, ele não esta se apresentando em um palco qualquer, mas no palco da vida, deixando seu exemplo para outros seguirem.