Dieter Friedrich Uchtdorf é alemão e nasceu no dia 6 de novembro de 1940 em Mährich-Ostrau na Tchecoslováquia de Karl Albert Uchtdorf e Hildegard Else Opelt. No momento de seu nascimento o lugar onde sua família morava estava sob a ocupação nazista chamado de Protetorado da Boêmia e Moràvia (hoje Ostrava, Republica Checa). Ele é um ex-aviador e executivo de companhia aérea, e atualmente serve como Segundo Conselheiro da Primeira Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Quando o presidente Uchtdorf era uma criança, e enquanto seu pai foi recrutado pelo exercito alemão, sua família mudou para Zwickau, Alemanha Oriental, frequentemente mudando através dos lugares que estavam sendo bombardeados. Sua família conheceu o evangelho de Jesus Cristo e se tornaram membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, quando sua avó conheceu um Santo dos Últimos Dias em uma fila para pegar sopa. Presidente Uchtdorf era ainda um menino.

A família foi reunida depois da guerra. Quando ele tinha dez anos de idade, seu pai foi considerado um “dissidente” por causa de suas crenças politicas que eram conflitantes com a ideologia soviética, e assim ele e sua família estavam em perigo. Como resultado, a sua família fugiu para a Alemanha Ocidental, deixando tudo para trás, e se estabelecendo na Alemanha Ocidental, mais precisamente em Frankfurt.

Com dezoito anos ele começou a estudar engenharia mecânica, porém logo depois resolveu estudar administração em Cologne na Alemanha, mas se graduou no Instituto de Desenvolvimento Gerencial em Lausanne na Suíça obtendo um MBA. Durante a cerimonia de graduação de abril de 2009 na Universidade de Brigham Young ele recebeu o titulo de Doutor honorário em Liderança Internacional.

Em 1959 com dezenove anos, em vez de ser recrutado pela recém-formada Bundeswehr (“Força de Defesa Federal”, em alemão), Presidente Uchtdorf escolheu ser voluntario na Força Aérea da Alemanha Ocidental para se tornar um piloto de caça. Por causa do acordo de reciprocidade entre os governos da Alemanha Ocidental e dos Estados Unidos, ele recebeu seu treinamento como piloto em Big Spring no Texas. Ali ele excedeu todas as expectativas e foi condecorado com o cobiçado Troféu do Comandante por ser o aluno numero um de sua classe. Depois de obter as asas da Força Aérea tanto do governo Alemão quanto dos Estados Unidos, ele serviu por seis anos como piloto de caça na Alemanha Ocidental. Também é interessante citar que enquanto o Presidente Uchtdorf estava em Big Spring no Texas, ele ajudou a construir uma capela local de um ramo de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos Últimos Dias. E em fevereiro de 2011 ele retornou a Big Spring para a rededificação da capela que havia sido renovada.

Ele deixou a vida militar em 1965 para se unir as Linhas Aéreas Lufthansa, e em meados de 1970, com a idade de 29 anos ele obteve o status de capitão. Em 1972 ele foi feito gerente na frota de 737. Em 1975 ele foi apontado como Diretor da Escola de Treinamento da Lufthansa no Arizona. Em 1980 ele foi promovido como Piloto Chefe e cabeça das equipes de voo, e em 1982 ele se tornou vice presidente sênior das operações de voo. Em 1996, dois anos após ser chamado para o Quórum dos Setenta da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, ele deixou seu trabalho na Lufthansa.

Abaixo temos um trecho de um dos desafios que Presidente Uchtdorf enfrentou e venceu durante o seu tempo como piloto para a Lufthansa. Este relato foi tirado do site oficial da Igreja – LDS.org da seção “Os Apóstolos e Profetas Falam Hoje”:

Em 17 de dezembro de 1973, o presidente da Companhia Aérea Alemã Lufthansa recebeu notícias alarmantes. Cinco terroristas sequestraram um jato 737 da Lufthansa, em Roma, na Itália, e estavam se dirigindo a Atenas, na Grécia, com reféns a bordo. Em um instante, o presidente da Lufthansa ordenou que seu piloto chefe da frota 737 decolasse. Dieter F. Uchtdorf, com trinta e três anos de idade, deveria reunir uma pequena equipe de pessoal de emergência e seguir o avião sequestrado aonde quer que os guerrilheiros o levassem. Em todas as situações possíveis, ele deveria negociar a libertação do avião, dos pilotos e dos reféns. Depois, quando tudo isso houvesse sido feito, ele deveria pilotar o 737 sequestrado para a sede da empresa, em Frankfurt.

Felizmente, sem mais derramamento de sangue, essa missão, como muitas outras em que ele esteve pessoal e profissionalmente, foi cumprida com sucesso. O que ele ainda não sabia nessa época era que ainda teria muitas outras missões mais importantes.

No meio de todas as suas importantes responsabilidades, Dieter Uchtdorf continuou a servir fielmente a Igreja sendo chamado para servir como Presidente da Estaca de Frankfurt na Alemanha, depois como Presidente da Estaca Mannheim, também na Alemanha. No dia 2 de abril de 1994 ele foi chamado para servir como Autoridade Geral na Igreja no Segundo Quórum dos Setenta. No dia 7 de abril de 1996 ele foi chamado para servir no Primeiro Quórum dos Setenta, e então no dia 15 de agosto de 2002, ele se tornou um membro da Presidência dos Setenta.

Presidente Uchtdorf foi chamado e apoiado como membro do Quórum dos Doze Apóstolos em 2 de outubro de 2004. Ele foi ordenado apostolo em 7 de outubro de 2004 pelo Presidente Gordon B. Hinckley. Ambos Dieter Friedrich Uchtdorf e David A. Bednar foram chamados para ocuparem as vagas deixadas em julho de 2004 pelas mortes dos apóstolos David B. Haight e Neal A. Maxwell. Como um apostolo os Santos dos Últimos Dias o apoiam como profeta, vidente e revelador. No dia 3 de fevereiro de 2008, Presidente Uchtdorf se tornou o Segundo Conselheiro do Presidente Thomas S. Monson na Primeira Presidência da Igreja.

Presidente Uchtdorf conheceu sua esposa, Harriett Reich enquanto frequentava uma reunião de Mutual da Igreja. Eles foram selados no dia 14 de dezembro de 1962 no Templo de Berna na Suíça. Juntos eles tiveram dois filhos que são atualmente casados, Guido Uchtdorf e Antje Uchtdorf Evans. Ambos, Guido e Antje aprenderam a importância das famílias através do exemplo deixado por seus pais.

Presidente Dieter Friedrich Uchtdorf viveu uma vida abençoada pelo Salvador. Dos seus primeiros dias, uma infância desafiadora, passando a um piloto de caça e então executivo de uma companhia aérea, não foi por acidente que este menino nascido na Tchecoslováquia de uma família de conversos, através sua fé, diligencia e obediência como servo do Senhor Jesus Cristo, foi chamado para servir como Segundo Conselheiro na Primeira Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. De sua vida exemplar, Elder Russell M. Nelson do Quórum dos Doze Apóstolos disse: “O Senhor conheceu e amou este homem especial antes que o mundo fosse formado. Sim, ele foi preordenando para suas obrigações como um líder na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”.