Por Dallin Kimble

As Olimpíadas de Londres realmente chamaram a atenção do mundo. A Agência de Fronteiras do Reino Unido estima que 4 bilhões de pessoas provenientes de todo o mundo irão assistir as Olimpíadas de Londres. Talvez, muitos daqueles espectadores também têm visto as notícias e reportagens especiais sobre os detalhes de organização dos Jogos Olímpicos realizados há dez anos, na Cidade do Lago Salgado.

O chefe-executivo daqueles Jogos foi Mitt Romney, atualmente o candidato conservador para a presidência dos Estados Unidos. Como os telespectadores de todo o mundo tem visto, os três de Romney anos como CEO dos Jogos Olímpicos de 2002 pode ser uma amostra do que ele poderia fazer como presidente dos Estados Unidos.

Romney veio a esses jogos na esteira de um escândalo, seus antecessores haviam sido acusados de tentar subornar funcionários do COI a fim de trazer os jogos para a Cidade do Lago Salgado. O ex-senador Bob Bennett levou Romney ao Capitólio para se encontrar com membros-chaves do Congresso logo depois que ele foi contratado. “Sua competência era apenas óbvia”, Bennett falou em uma entrevista ao jornal Deseret News. “Ele compreendia o problema. Ele tinha as respostas para todas as nossas perguntas”.

Os elogios feitos por Bennett são ecoados pela grande maioria das pessoas envolvidas com os Jogos Olímpicos de 2002, incluindo aqueles que não concordam com sua agenda política. O ex-prefeito de Lago Salgado, Rocky Anderson é um antigo liberal democrata candidato à presidência como o candidato do recém-formado Partido da Justiça. Rivalidades políticas de lado, Anderson se recusa a criticar o desempenho de Romney como o responsável dos Jogos, mesmo aparecendo em comerciais de campanha para a administração bem sucedida de Romney como governador de Massachusetts.

“Eu acredito que todos que estavam intimamente envolvidos, sejam como observador ou participante, não tenha ficado realmente impressionados com a grandiosidade da tarefa e da maneira que Mitt a gerenciou”, disse Anderson.

Isso incluiu eliminar as pródigas e pomposas tradições que os Jogos Olímpicos anteriores haviam estabelecido para os VIPs, lembrou Cathy Priestner Allinger. Allinger é medalhista olímpico em speedskating e foi a primeira mulher a servir como diretora de esporte para as Olimpíadas nos Jogos de 2002. “Sua prioridade não era a família olímpica”, disse ela. Recordando como os atletas jamais haviam ocupado o banco reservado aos VIPs em jogos anteriores, ela continuou, “Mitt conseguiu … Existe muita tradição no movimento olímpico. Mitt é uma das poucas pessoas que conheço que as eliminou. Ele as desafiou e não foi intimidado por elas”.

A frugalidade e a capacidade de Romney de priorizar ajudou a tornar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2002 um sucesso. A realeza e outros líderes mundiais que compõem o COI foram hospedados no Hotel Little America, e não o luxuoso e moderno Hotel Gran America construído do outro lado da rua. Foram servidos cachorros-quentes e chili (uma mistura de feijão e carne-moída), quando se retiraram para seus salões privados nas instalações olímpicas.

Ed Eynon, chefe de recursos humanos para os Jogos Olímpicos de 2002, disse que Romney escolheu participar das inúmeras reuniões do COI, através de videoconferência, ao invés de viajar para várias cidades ao redor do mundo. Assim ele liberou dinheiro para as necessidades reais, como o fornecimento de uniformes e refeições aos voluntários, diferente das camisetas e lanches previstos no orçamento inicial.

De acordo com Randy Dryer, um advogado que supervisionou o desenvolvimento das instalações olímpicas para o estado, Romney também concordou em investir mais dinheiro nessas instalações para garantir o seu uso após os Jogos. “Gastar dinheiro em necessidades permanentes, e não nas temporárias, como iluminação demonstra a capacidade de Romney de enxergar a longo prazo”, disse Dryer. “Eu acho que ele é uma espécie de pessoa que vê as entrelinhas. Mas é maior do que elas – como será que a história irá julgá-lo”?

O ex-governador de Utah, Mike Leavitt, atualmente no comando do planejamento para a transição de Romney à Casa Branca, afirmou que tudo isso é possível porque a liderança de Romney inspirou pessoas na esteira do escândalo. “O desânimo foi substituído pela crença”, disse ele. “O déficit de US$ 400 milhões de dólares foram substituídos por um superávit de US$ 100 milhões. Os Jogos Olímpicos de Inverno de 2002 são amplamente reconhecidos como um dos melhores já organizados”.

Os Jogos Olímpicos de Inverno de 2002 também proporcionaram uma oportunidade única de ver como Romney agiria se fosse presidente. Ele mostra sua capacidade de priorizar, transformar déficits em superávits e levar as pessoas ao sucesso. Ele também demonstra algumas das características pessoais de Romney.

“Eu gostaria que o resto do mundo conhecesse Mitt como nós o conhecemos”, disse Fraser Bullock, diretor de operações dos Jogos Olímpicos de 2002. “É simplesmente incrível trabalhar com ele”.

John Bennion, que trabalhou com Romney na Bain Consulting e supervisionou os bilhetes para os Jogos Olímpicos de 2002, concorda, acrescentando que a política é um campo difícil para Romney, porque a sua logica é completamente diferente daquela do mundo dos negócios e da analise de dados.

“Eu acho que Mitt está tentando encontrar esse meio termo, onde ele pode ser eleito sem comprometer seus valores”.

Leavitt vê uma ligação clara entre a liderança olímpica de Romney e a Casa Branca. “Eu ouvi Mitt muitas vezes [durante os Jogos Olímpicos de 2002] fazer um discurso falando sobre a necessidade de separar aquilo que “queremos” daquilo que “necessitamos”. Ele definiu prioridades claras, tomou decisões difíceis e as defendeu”.

Atualmente, disse Leavitt, o “país está desanimado”. Temos um déficit enorme que só vai ser resolvido com a restauração da confiança e fazendo escolhas difíceis entre aquilo que “desejamos e o que “queremos”.

Eynon concorda que existe uma conexão. “Se [Romney] conseguisse chegar a Casa Branca, ele faria exatamente o que fez nos Jogos”, Eynon disse. “Quando Mitt disse que iria cortar tudo aquilo que não é essencial … eu acreditaria nele”.

Destro – has written 101 posts on this site.